10 ações para minimizar a crise do Coronavírus na sua empresa

É a primeira vez que a nossa geração lida com o caos em escala global.

Então, pra nós, tudo o que tem acontecido é novidade. Assim como seus efeitos.

Porém, essa crise mostrou, na prática:

  • Que gestão financeira é crucial (principalmente para momentos de crise);
  • Que quem está sempre buscando se reinventar, cresce (e, nos piores momentos, resiste);
  • Que a vida de empresário é repleta de imprevistos (mas que ninguém precisa resolver eles sozinhos).

Todos foram pegos de surpresa, alguns estavam preparados, mas muitos não…

Então, vou listar aqui 10 coisas que você pode fazer minimizar o impacto da crise na sua empresa:

1 – 
A crise chegou e você não tem o caixa necessário? Vamos atrás dele!

  • Pense em como você pode oferecer seus produtos e serviços de forma diferente (online, delivery etc);
  • Encontre outros canais de vendas que você pode anunciar e vender, faça parcerias;
  • Faça promoções, monte kits com várias unidades do seu produto onde o valor total sai mais em conta para o cliente, venda vouchers com desconto para serviços que podem ser usados depois da quarentena**.

** NOTA: Essa estratégia exige um cuidado especial.
Vender o serviço antecipado vai te garantir caixa AGORA. Porém, quando você for efetivamente prestar o serviço, cuidado para que sua agenda não fique totalmente comprometida com esses atendimentos, pois você precisará gerar caixa para manter seu serviço funcionando após a quarentena.

  • Tente usar os horários “mais tranquilos” para fazer esses atendimentos e deixar os horários preferenciais para novos clientes.
  • Faça essa gestão de maneira que seus clientes não se sintam lesados por causa do horário. Ofereça os horários mais tranquilos primeiro e, se não tiver jeito, passe para o horário preferencial.


2 – Esteja aberto a conversar com seus clientes, lembre-se que ele está passando pelo mesmo momento que você, aproveite para estreitar as relações e fortalecer parcerias.

Se seus clientes estão te ligando pra postergar pagamentos, explique que estamos todos no mesmo barco e tente, ao menos, receber uma parte do valor agora. É melhor receber alguma coisa do que não receber nada.

3 – Faça seus clientes lembrarem, o tempo todo, como seu produto / serviço é bom.

Poste conteúdos nas redes sociais pra deixar seu cliente com saudade. Isso vai manter sua marca na mente dele mesmo que não esteja ativamente comprando neste momento.

Lembre-se: essa crise vai passar! Se você não está conseguindo vender, ao menos continue gerando o desejo de compra na cabeça de seus clientes.

4 – Se for possível, dê preferência por continuar comprando dos fornecedores menores, os fornecedores maiores tem mais caixa para sobreviver à crise.

5 – Faça compras coletivas, una-se a outros empreendedores que estão vivendo a mesma situação para conseguirem descontos e melhores prazos.

6 – Renegocie taxas com as operadoras de cartão e seus planos de telefonia e internet. Clientes têm conseguido excelentes reduções nas taxas de maquininhas.

Se você é Franquiado, negocie royalties que são pagos sobre a receita (tente postergar ou reduzir o percentual acordado)

7 – Se puder, migre os funcionários para trabalhar Home Office.

 AQUI TEM UM GUIA QUE PODE TE AJUDAR NISSO.

E no caso de a equipe não estar trabalhando na empresa fisicamente, suspenda serviços de manutenção do escritório durante o período: desative/suspenda temporariamente as contas de água, luz e internet do escritório junto às concessionárias. As mesmas podem ser suspensas por, no mínimo, 30 dias e, no máximo, 120 dias por ano.

8 – Negocie com seus vendedores o pagamento de comissões durante esse período.

Postergar o pagamento da comissão para daqui 3 meses, por exemplo.

9- Organize com seu Contador o adiamento do pagamento do Simples, conforme resolução federal, e o adiamento do pagamento do FGTS, conforme Medida Provisória 927/2020.

Se você está completamente fechado, converse com seu Contador para oferecer férias aos colaboradores (podendo pagar o adicional de férias até o final do ano) ou então banco de horas para ser reposto posteriormente.

10 – Negocie o aluguel:

  • 1º tente negociar isenção de 2 meses;
  • 2º tente o desconto de 70% >> senão, de 50% >> por último, tente 30%;
  • 3º Pior das hipóteses – se não houver negociação acima: sugira acumular os 3 próximos meses e pagar em 12 parcelas a partir de julho.


*Lembre-se: eventualmente o proprietário do imóvel depende dessa renda para sobreviver. Pressione os pagamentos para aqueles que tem a capacidade de serem pressionados.

DICA EXTRA: Blinde seu emocional

Foque naquilo que você pode melhorar. Ficar o dia todo assistindo notícias do Coronavírus não vai adiantar em nada.

Talvez você esteja com tempo para fazer aquilo que nunca fez por você e pelo seu negócio. Aproveite para estudar, para se desenvolver, melhorar processos, repensar as estratégias, colocar o financeiro em ordem; é hora de mergulhar dentro da sua empresa.

Espero que essa lista te ajude.

Não temos ideia do que vai acontecer, mas sabemos de uma coisa:

Quando tudo passar, quem descobriu como tirar força do caos vai ter energia pra ir ainda mais longe!

Nota: conteúdo adaptado para este site, originalmente elaborado pela 4blue.

SAIBA MAIS…


Builderall 1 Real - 1080 X 1920
Revista Events Promoter
Bookplay
Bookplay - Marcelo Tas - Events Promoter - 720 x 1280
Categorias
Arquivos